Escritor Carlos Alberto Carneiro Souza – Tributo aos Bambas do Samba

 

 

 

 

 

 

 

Perfil: Professor, Fisioterapeuta, Acupunturista, Coach, Escritor e Autor.
Membro Correspondente da Academia de Letras e Arte de Goiás Velho.
ARTILHEIRO DA CULTURA do Centro Literário do Museu do Forte de Copacabana.
Associado da LITERARTE (Associação Internacional de Escritores e Artistas Plásticos).
Autor dos livro – Poesia aos Meus – Poesia aos Meus e aos Outros – Tributo aos Bambas do Samba / Uma Homenagem de Palavra -* Tributo aos Bambas do Samba / Uma Homenagem de Palavra – Tributo ao Samba II / Poesia de Bamba em e-book, no momento em breve o lançamento do livro físico.
Salve Malandragem! “Bezerra” é do tempo em que o samba era roubado, vendido e comprado, na maior naturalidade. Uma prática que ocorria principalmente no Centro do Rio, mais diretamente na Praça Tiradentes e na Lapa.
Este é malandro de arte…
Poesia extraída do livro “Tributo aos Bambas do Samba uma homenagem de palavra”.
Tributo a Bezerra da Silva
Ele vestiu o branco terno
E a cartola da inteligência
O “Bom Juiz” lhe deu clemência
E o “malandro” incorporou
Sem essa de “Bicho Feroz”!
“Malandragem” é paciência…
Como essência se fez notar
Como navalha, seu talento.
Os caminhos abriu
Ninguém ousou lhe derrubar
“Bezerra” cantou, gingou, dormiu
Da vida
Aprendeu, apanhou
Sua vida sucumbiu
Caiu, levantou
E o povo todo aplaudiu
Esse “malandro” de valor
Que desse mundo partiu…
O POETA GENTILEZA
É preciso amar o samba para laurear os sambistas.
É preciso sensibilidade para elaborar poesias.
É preciso ser escritor para registrar esse amor.
Conheça mais sobre o Escritor
https://www.facebook.com/Carlos-Alberto-C-Souza-1598384647084806/?fref=ts
https://plus.google.com/u/0/collection/sHn_BE
Mais informações – [email protected]