Avô consegue resgatar os 7 netos da Síria e levá-los de volta à Suécia


Patricio Gálvez tentava tirar as crianças da Síria desde o mês passado, depois que a filha dele e o genro, que haviam se juntado ao Estado Islâmico, morreram. Em uma publicação no Facebook, ele disse que os netos "estão muito felizes de estarem de volta em casa". Patricio Gálvez com os netos em foto de 8 de abril Reprodução/Facebook/Patricio Gálvez O músico chileno-sueco Patrício Galvez, 50, que desde o mês passado tentava tirar os netos da Síria, anunciou numa publicação feita nesta quarta-feira (15) no Facebook que conseguiu chegar com as sete crianças na Suécia. Initial plugin text "Meus netos estão todos super bem e felizes de estarem de volta em casa, a Suécia! Estão sendo atendidos por assistentes sociais maravilhosos para prepará-los para enfrentar este grande desafio de ser livre e um cidadão exemplar!", escreveu no Facebook. As crianças, com idades entre 1 e 8 anos, haviam sido levadas para a Síria pelos pais, que morreram depois de se juntarem ao Estado Islâmico. A filha de Patrício, Amanda, morreu em janeiro, e o marido, o norueguês Michael Skramo, não permitia que ele levasse as crianças, desnutridas, de volta. Skramo morreu em março. Patrício também anunciou a chegada à Suécia em seu site: "hoje de manhã, às 9h56, eu e meus netos aterrissamos no aeroporto de Gotenburgo! Agora só posso desejar e trabalhar pela liberdade e repatriação de todas as outras crianças mantidas na Síria", disse. Initial plugin text Ele agradeceu o apoio das pessoas e a contribuição financeira que conseguiu por meio de campanhas online para fazer a viagem até o Iraque, onde se encontrou com os netos. As crianças eram mantidas em um acampamento na Síria, e, depois, foram transferidas para a cidade iraquiana de Erbil, na região do Curdistão, onde receberam cuidados médicos e aguardaram documentos para poderem viajar à Suécia.
ARTIGO ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *