Após polêmica, Kepa pede desculpas ao técnico do Chelsea

Um dia depois de um momento, no mínimo, embaraçoso na decisão da Copa da Liga Inglesa contra o Manchester City, o goleiro Kepa usou suas redes sociais nesta segunda-feira para pedir desculpas a todos no Chelsea, principalmente ao técnico italiano Maurizio Sarri, por ter se recusado a ser substituído pouco antes do final da prorrogação. O espanhol se recusou a sair de campo para a entrada do argentino Caballero depois de aparentemente ter se lesionado.

Após o empate sem gols no tempo normal e na prorrogação, na final disputada no estádio de Wembley, em Londres, o Chelsea foi derrotado pelo Manchester City na disputa por pênaltis por 3 a 2. O goleiro até conseguiu defender uma cobrança, mas os brasileiros Jorginho (naturalizado italiano) e David Luiz desperdiçaram as suas cobranças.

"Chateados e tristes por não conseguirmos levar o título, nós lutamos até o final contra uma grande equipe. Seguiremos trabalhando para sermos mais fortes", escreveu Kepa no início de seu texto no Instagram.

+ Sem estrelas, Brasil Open exalta 'bravura' da nova geração

"Também gostaria de deixar claro algo sobre o jogo. Em primeiro lugar, lamento a forma como foi a final da prorrogação. Quero dizer que em nenhum momento foi a minha intenção desobedecer o técnico ou nenhuma de suas decisões. Acho que foi tudo um mal-entendido no calor de uma parte final de um jogo que valia título. O treinador achou que eu não estava em condições de seguir ajudando a equipe, enquanto a equipe médica que havia me atendido chegava ao banco para dar a mensagem. Lamento novamente a imagem que foi projetada, não sendo em nenhum caso a minha intenção dar essa imagem. Peço desculpas", completou.

Sobre a partida, Kepa defendeu que "o Chelsea se apresentou em um bom nível frente a uma das equipes mais fortes do mundo. O goleiro lamentou muito a derrota na final, mas mostrou otimismo para o futuro. "De todas as coisas negativas, temos que pensar nas positivas", afirmou. Com informações do Estadão Conteúdo.

Ver esta publicação no Instagram

Disgustados y tristes por no podernos llevar el titulo, hemos luchado hasta el final contra un gran equipo. Seguiremos trabajando para ser mas fuerte. También me gustaría aclarar algún hecho del partido de hoy: Lo primero de todo lamento como ha sido el final de la prorroga, quiero decir que en ningún momento ha sido mi intención desobedecer al técnico o ninguna de sus decisiones. Creo que todo ha sido un mal entendido a altas pulsaciones y en el tramo final de un partido por un titulo. El entrenador ha pensado que no estaba en condiciones de seguir y mi intención ha sido expresarle que estaba en buenas condiciones de seguir ayudando al equipo, mientras el cuerpo medico que me había atendido llegaba al banquillo y daba el mensaje. Siento de nuevo la imagen que se ha proyectado, no siendo en ningún caso mi intención dar esta imagen y pidiendo disculpas. Upset and sad for not being able to take the title, we fought until the end against a great team. We will continue working to be stronger. I would also like to clarify some facts of today's match: First of all I regret how the end of the match has been portrayed. At no time has it been my intention to disobey the coach or any of his decisions. I think everything has been misunderstood in the heat of the final part of a match for a title. The coach thought I was not in a position to play on and my intention was to express that I was in good condition to continue helping the team, while the docs that had treated me arrived at the bench to give the message. I feel the image that has been portrayed was not my intention. I have full respect for the coach and his authority.

Uma publicação partilhada por Kepa Arrizabalaga Revuelta (@kepaarrizabalaga) a 24 de Fev, 2019 às 1:44 PST

ARTIGO ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *