Paraguaios Gustavo Gómez e Derlis González duelam em clássico paulista

O clássico entre Palmeiras e Santos, no Allianz Parque, vai promover o encontro entre dois amigos de longa data. O zagueiro palmeirense Gustavo Gómez e o atacante santista Derlis González são paraguaios e costumam se encontrar em São Paulo nas horas de folga. Agora, vão ter um confronto como adversários.

Curiosamente, em campo os dois devem estar bem próximos e disputar vários lances no clássico válido pelo Campeonato Paulista. A última vez em que os dois dividiram o mesmo gramado foi em dezembro, quando estavam em férias e participaram de um jogo beneficente no Paraguai. Ambos sortearam entre os torcedores camisas oficiais de Palmeiras e de Santos. A partida arrecadou mais de 500kg de alimentos e terminou com os dois jogadores cercados de torcedores e admiradores.

+ Ganso aprova estreia pelo Flu, mas admite que ainda tem muito a evoluir

Os dois se conheceram em jogos do Campeonato Paraguaio. Gómez iniciou a carreira no Libertad, enquanto Derlis defendeu o modesto Rubio Ñu e depois Guaraní e Olímpia. Mais tarde, a dupla integrou listas de convocados para a seleção paraguaia, como foi o caso na Copa América Centenário de 2016, nos Estados Unidos, assim como em compromissos pelas Eliminatórias da Copa e para amistosos.

Gómez vive um momento especial no Palmeiras, que nesta semana sinalizou ao Milan que vai exercer a preferência de compra pelo defensor. O jogador possui bastante prestígio no clube e no ano passado foi um dos destaques na campanha do título brasileiro não só pela atuação na defesa, como também com gols e cobranças de pênalti precisas.

Derlis vive boa fase no Estadual, ao ter anotado três gols até agora. O momento positivo contrasta com a insatisfação vivida no início da temporada, quando pediu para deixar o clube. O paraguaio ficou fora da primeira lista de inscritos no Campeonato Paulista, pois pretendia mudar de time, para depois ganhar a confiança do técnico Jorge Sampaoli. O argentino lhe deu chances e o atacante tem correspondido em campo.

ARTIGO ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *