Canadense pega prisão perpétua por massacre em mesquita

Alexandre Bissonnette, autor do atentado que matou seis pessoas em uma mesquita de Quebec, no Canadá, foi condenado nesta sexta-feira (8) à prisão perpétua, com possibilidade de obter a condicional apenas depois de 40 anos na cadeia.

Em junho passado, Bissonnette, 29, já havia se declarado culpado de seis acusações de assassinato e seis de tentativa de homicídio. O ataque ocorreu em janeiro de 2017, no Centro Cultural Islâmico de Quebec, que abriga uma mesquita.

+ Ministros divergem sobre educação sexual em escolas

+ Bolsonaro melhora, tira sonda e dreno e retoma despachos no hospital

Mais de 50 pessoas estavam no local quando o terrorista abriu fogo contra os fiéis. Franco-canadense, Bissonnette é apoiador do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e da líder ultranacionalista francesa Marine Le Pen.

"Sinto vergonha por aquilo que fiz, não sou um terrorista, não sou islamofóbico", disse Bissonnette no tribunal. (ANSA)

ARTIGO ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *