Surdez ‘seletiva’ faz pessoas pararem de escutar vozes masculinas

A perda auditiva de inclinação invertida ou deficiência auditiva de baixa frequência é uma doença rara que torna os portadores incapazes de ouvir sons de baixa frequência, o que na prática torna-as impossibilitadas de ouvir zumbidos de geladeiras, micro-ondas, trovões e… vozes masculinas.

+ Tumores no coração realmente existem?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 5% da população mundial, o que representa 466 milhões de pessoas, com problemas auditivos incapacitantes; dessas, 3 mil possuem a doença somente nos Estados Unidos e no Canadá. O caso ganhou notoriedade após uma chinesa, identificada apenas pelo nome de Chen, procurar um hospital por não conseguir ouvir a voz do namorado. A otorrinolaringologista Lin Xiaoqinga a diagnosticou com perda auditiva de inclinação invertida ao comprovar que ela ouvia sua voz, mas não as de homens – pacientes ou funcionários do hospital.

No caso de Chen, o que desencadeou a doença foi um conjunto de fatores ligados ao estresse, longas horas de trabalho e poucas horas de sono. Com descanso, sua capacidade auditiva deveria melhorar, disse a especialista a meios de comunicação locais, segundo a BBC.

Essa perda também pode ser causada por mudança de pressão no líquido interno do ouvido, ou abertura anormal na região, como efeitos de anestesia, por exemplo.

ARTIGO ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *