Confira 6 dicas para dar aquela ‘secada’ antes do Carnaval

Falta um mês para o Carnaval, período em que muitos foliões correm atrás do tempo perdido para voltar a malhar e tentar deixar o corpo e a saúde o mais em forma possível para aguentar o ritmo intenso dos desfiles, festas e bloquinhos de rua. Pensando nisso, Dr. Renato Lobo – médico formado pela USP, especializado em nutrologia, com foco em emagrecimento, hipertrofia e longevidade saudável – e Thayze Marinho, educadora física e personal trainer, prepararam algumas dicas importantes e que podem ajudar a obter os resultados estéticos mais facilmente.

+ Confira as tendências da moda para o Carnaval

Nessa fase de preparação é fundamental cortar o açúcar, o álcool e a farinha branca. Prefira os produtos naturais – vegetais, hortaliças, frutas, grãos, e menos alimentos industrializados. Além disso, ver como está sua saúde hormonal e metabólica vai ajudar a garantir que o treino gere os resultados esperados. Muitas vezes, problemas com o metabolismo dificultam a performance, por isso o acompanhamento médico também é importante, destaca Dr. Renato Lobo.

Quanto à preparação física, Thayze Marinho, aposta na estratégia de treino HIIT (high intensity interval training), ou seja, treino intervalado de alta intensidade.

O Hiit é uma estratégia de treino que auxilia na metabolização de gordura. Como os treinos são curtos e intensos, o gasto calórico não vai ser tão alto, porém, após o treino, quando a pessoa estiver em repouso (dormindo, assistindo TV, sentado na cadeira do trabalho, etc) o estoque de gordura será altamente recrutado para gerar energia ao corpo, ou seja, as indesejáveis gordurinhas serão consumidas e o resultado estético surgirá, destaca a personal.

No treino Hiit, os estímulos de alta intensidade são alternados com estímulos moderados, o que se assemelha ao ritmo do samba e dos bloquinhos, trazendo exatamente o condicionamento físico que o folião precisa. Além de tudo, o Hiit é uma estratégia super democrática, a pessoa pode fazer Hiit de musculação, de corrida, de bike e até mesmo sem nenhum recurso material, usando apenas o peso do corpo, finaliza Thayze.

ARTIGO ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *