Recém-nascida encontrada com suspeitos de matar grávida para roubar bebê tem estado estável


Mãe da menina foi encontrada morta em Paraibuna (SP) com um corte no abdômen às margens da represa no último dia 4. Bebê roubado da barriga da mãe em Paraibuna é recuperado no Rio de Janeiro Divulgação/ Polícia Civil A Prefeitura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, informou neste domingo (15) que a bebê levada para o Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo por policiais da Core, na manhã deste sábado (14), está em estado estável. A criança foi encontrada com um casal suspeito de matar uma mulher grávida para roubar o bebê que ela gerava em Paraibuna (SP). A Secretaria Municipal de Caxias informou ainda que aguarda os resultados de outros exames realizados na criança. Ainda não são permitidas visitas por orientação da justiça. A bebê pesa 2.715 kg. A mãe da menina, Leilah do Santos, de 39 anos, foi encontrada morta em Paraibuna (SP) com um corte no abdômen às margens da represa no último dia 4. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Raian Brega Araújo, após a verificação das imagens do cartório, em que a suspeita tentava registrar um bebê, os policiais receberam uma denúncia anônima informando a localização dela e do namorado, suspeito de ser comparsa na ação. O delegado avisou a polícia do Rio de Janeiro, que foi até a casa indicada e conseguiu localizar os suspeitos e o bebê. O casal é de São José dos Campos, mas estava escondido no Rio de Janeiro após o caso ganhar repercussão. A família da grávida morta já informou que quer a guarda da criança. Apesar do desejo da família, a decisão sobre o futuro do recém-nascido será da Justiça – não há prazo. O caso deve ser acompanhado por conselheiros tutelares nos próximos dias.
ARTIGO ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *