Suspeitos de assalto a joalheria em shopping de São Paulo são presos em Montes Claros


Segundo a PM, os dois criminosos de 21 anos estavam escondidos em uma casa no Bairro Santos Reis; assalto foi no último domingo (29) e oito homens armados participaram do crime. Polícia apreendeu dois relógios e celulares Polícia Militar/Divulgação Dois homens que participaram de um assalto a uma joalheria em São Paulo foram presos em Montes Claros, no Norte de Minas, na madrugada deste sábado (5). O crime foi no último domingo (29) e cerca de oito bandidos armados participaram da ação. Eles renderam funcionários e clientes no corredor do shopping e em seguida, entraram na joalheria. A polícia recebeu denúncia de que os dois criminosos, de 21 anos, estariam escondidos em uma casa no Bairro Santos Reis. Ao chegar no imóvel, a avó de um deles confirmou que o neto teria chegado de São Paulo com um amigo. Ao perceber a presença da PM, o neto fugiu pulando muro e foi preso horas depois na casa de uma tia. O outro criminoso foi detido no local; segundo a polícia, ele resistiu à prisão e foi necessário usar força física e técnicas para conseguir algemá-lo. Os militares apreenderam celulares, R$ 45 e dois relógios de pulsos dentro da mochila de um dos presos. Eles confessaram participação no crime e disseram à polícia que fugiram para Montes Claros com intuito de se esconderem após acompanharem a divulgação do assalto na televisão. Os dois homens foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil onde foram ouvidos e liberados porque não havia mandado de prisão contra eles e como o crime aconteceu no último domingo já tinha passado o flagrante. Entenda o caso O crime foi no Raposo Shopping, na Zona Oeste de São Paulo, por volta das 18h30 do último domingo (29). A ação foi registrada por imagens do circuito interno de segurança que mostram os bandidos armados dominando funcionários e clientes do estabelecimento nos corredores, em seguida, eles entram na joalheria. Em diversos momentos, os criminosos tentaram quebrar a vitrine com chutes. Após roubar várias joias, o grupo fugiu em dois carros. Na fuga ocorreu um tiroteio e um dos assaltantes foi baleado. Segundo a Polícia Civil, ele foi atingido no ombro e nas costas por "uma pessoa em trajes civis" não identificada. Rodrigo Magalhães Rojas, de 26 anos, não conseguiu fugir com os comparsas e foi preso.
ARTIGO ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *